Burocracia – se gostasse não seria médico

Formulários, carimbos e gravatinha – argh!
Estudei medicina pensando que me livraria da burocracia. Ledo engano!
No intenato começou: preencher ficha de atendimento, carimbar…
Depois piorou. Com o “advento” dos convênios, a carga burocrática se tornou insuportável. São, guias (formulários para ressarcimento), verificação de adimplência do paciente, justificativas e um monte de papelada. Uma enorme redundância de trabalho: Nome do paciente, sexo, idade, número da carteirinha, CID (código Internacional de Doenças) tudo repetitivo. E muito carimbo.
25 anos depois e aqui estamos, 2012. Muita tecnologia, muito gigabyte. Tudo informatizado!? Será?

Sobre lbercht
Médico, expert em informática médica. Criador da arquitetura 2LTG (two level topic grouping) base do sistema de laudos estruturados Scriba.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: